Maneiras saudáveis de usar o dinheiro do 13º Salário

E aí, pessoal! Como estamos?

O final do ano se aproxima e junto com ele, um monte de coisa que todo ano nos abraça: Natal!

Logo depois do Natal, vem o ano novo, que praticamente pede praia e celebração.

2018 entra trazendo calor de 40º e um verãozão de matar. Pra completar a festa da bagunça, contas extras (geralmente não planejadas) surgem como que num ato apocalíptico: material escolar, IPVA, matrícula, e boletos que parecem vir desde o polo norte ao polo sul. É incrível!

Entra ano e sai ano e as coisas não mudam! É a mesma tormenta. Será que o problema está mesmo no bolso? Acho que não…

13º: A salvação para as contas de virada de ano

Taí o salvador da pátria! Para resolver as contas extras de Natal, ano novo e início de ano, a esmagadora maioria das pessoas recorre ao 13º Salário.

É ele quem paga as contas extras TODAS. Às vezes, cabe no bolso e o 13º resolve mesmo a situação momentaneamente. Às vezes, não, e haja cartão de crédito e cheque especial pra dar conta de todo o resto.

Mas esse é o raciocínio correto? É assim que o problema deve ser resolvido?

Uma questão de PROPÓSITO

Quando o assunto é dinheiro, devemos pensar um pouquinho lá na frente. Questionamentos do tipo:

  • Esse financiamento faz mesmo sentido lá na frente?
  • Quanto de juros vou ter que pagar?
  • Por que devo comprar isso?
  • Agora é o momento?

São perguntas simples, mas questionar o motivo dos gastos é fundamental para chegarmos na Tranquilidade Financeira.

“Então, pensando em nossa Tranquilidade Financeira, qual é a maneira mais saudável para eu gastar meu 13º?”

O ponto de partida: Você está endividado?

Pois é! Se sua situação financeira é caótica e parece não ter solução quando você olha para o tanto de dívida que tem pra pagar, então o 13º pode ser um bom caminho para sanar algumas dessas dívidas e diminuir o tanto de juros que paga por mês.

Por uma questão lógica, os bancos funcionam da seguinte forma: buscam recursos mais baratos através da oferta de investimentos e emprestam estes recursos por um preço mais caro, cobrando juros. Na prática, é bem difícil ganhar de um banco nesta conta. Então, parar de pagar juros não é apenas recomendável, como também é o primeiro passo para entrar no caminho da tão sonhada Tranquilidade Financeira.

“Ok, Victor. Mas eu não estou tãããããão endividado assim. Como devo gastar meu dinheiro do 13º?”

Maneiras saudáveis (de fato) para usar seu 13º

No caso de a pessoa não estar endividada, o processo é mais simples e menos angustiador. Recomendamos o uso das nossas tradicionais categorias, considerando o 13º como uma entrada normal de recursos.

Portanto:

  • 55% destinados às Necessidades Essenciais, como água, luz, telefone, internet, comida, impostos;
  • 10% para Tranquilidade Financeira, investindo para garantir sua liberdade financeira futura;
  • 10% para Diversão, pagando as contas “extras” do Natal e das celebrações de Ano Novo;
  • 10% destinados às Compras de Longo Prazo, investindo para comprar seu carro ou sua casa própria (cuidado com isso, hein, meu jovem?!?!), ou até mesmo para realizar seu sonho de conhecer a Disney ou a Europa;
  • 10% para Desenvolvimento Pessoal, para pagar um curso ou uma academia;
  • E com os 5% restantes, não se esqueça de Fazer Pelo Outro e ajudar o próximo. Aproveite o espírito natalino para exercitar sua gratidão.

Aplicando nossas categorias, temos, de fato, uma maneira saudável de gastar (e investir) nosso dinheiro, não apenas no aspecto financeiro, mas é uma filosofia de como viver bem! Pense nisso.

Se quiser enviar sua opinião, entre em contato através do nosso facebook (www.facebook.com/nofinaldascontas) ou pelo nosso whats: (11) 9 4142 9797.

Um abraço e até mais!

 

Graduado em Ciências Contábeis pela Faculdade de Economia e Administração da USP e Pós-graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas. Desenvolveu carreira em várias áreas do mundo corporativo, consolidando-se em Finanças, Marketing e Vendas, além de realizar projetos de consultoria para pequenas e médias empresas.
É apaixonado por pessoas, futebol, música e café.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *